4.01.2008

Na ativa novamente...

Esses tempos...


Peguei-me em momentos involuntários, desprevenido, encontrei um amor antigo, que não via a tanto tempo, tantas luas passadas, reencontrar causou-me oscilações, incessantes, no estômago. Não reatei esse amor, nem senti saudade, foi diferente, conversamos como antes, com olhares que podavam cada reação, mas foi bom, melhor ainda saber que não existem vestígios, apenas lembranças boas de quando éramos amigos. Lembrei do livro, hoje minissérie "Queridos Amigos", amizade forte, cúmplice de momentos e curtas histórias, únicas, que tenho certeza que também marcaram sua vida. Mesmo já passados alguns anos.

..........

Foram dias difíceis, de pura solidão. Pensar dói. Eu em meu quarto, já sem livros para ler, sem cigarros para acender e sem disposição para dormir. Mediano ao inconsciente prazer de fazer nada e o desespero da impossibilidade e incapacidade moral de enfrentar as pessoas, sim, aquelas pessoas que ficam perguntando, questionando um band-aid. Não queria responder e por isso me isolei, e pensei muito, tentei filtrar meu coração. Notei o quanto sou egocêntrico e machuca descobrir isso, porém machuca ainda mais, sentir a falta de alguns "queridos", amigos, que também corriam com seus afazeres, mas eu não corria, estava parado, a mercê das horas que não passavam. Como é horrível não ter nada o que fazer. Tive um encontro comigo mesmo, e me reencontrar, foi duro, mas eu gostei.

............


Olhei aqueles olhinhos pequeninos, meio azulados e meio esverdeados, que sorriu de leve, que olhava pra mim, como enfeitiçada. Ela é linda. Eu beijava seu rostinho, e ela se mexia como quem não entendia. Peguei sua mãozinha fina, beijava e mordia com os dentes tapados com os lábios, ela ria e se mexia toda. Ela é linda, ela é meu bem precioso. Minha sobrinha, minha afilhada, o bebê mais lindo. Encontrei em mim um espírito, um amor, paternal. Isso é tão bom.

.............

Andei distraído. Acho que você passou, de relance, me beijou e eu não percebi. Ou não quis perceber. Sinto-me apreensivo, talvez por sua história. Quem sabe!?

............

Me chamam de puta! Não, não sou não. Só uns beijos, umas trepas e umas bolinações, nada mais. Até por que, "não cobro" (risos).

...........

Eu vi uma bunda esses dias que penso nela até hoje. Caralho! O que era aquilo!?

...........

Agora com Batmóvel! (Segura minha cueca aí caraiiii)

..........

Espera um pouco. Calma. Assim vai. Apaga a luz. Isso. Delícia......

...........

Estou bem! Graças a Deus! Estou comigo e isso é muito bom!

...........

O black tá crescendo!

6 comentários:

O Menino Trovador disse...

hahaha

Que post louco, cheio de idas e vindas. É bom as vezes ficar só, agente acaba achando coisas preciosas a nosso respeito. É bom estar só, para que se possa deliciar-se quando a companhia chegar.

abraço e bjo querido!

Auíri Au disse...

Ás vezes passo por isso também,
amores e ilusões..


abraços


luz

Tênis e Sapato disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Tênis e Sapato, I hope you enjoy. The address is http://tenis-e-sapato.blogspot.com. A hug.

Kari disse...

[Que post louco, cheio de idas e vindas.]²

Mas gostei. E quem disse que os pensamentos e acontecimentos precisam de alguma ordem?
É bom se reencontrar, a gente acaba percebendo os erros, faz bem a alma...

Saudade de tu!
Beijão

Cla... disse...

rsrrss Malucoooooooooooo

Filipe Macedo disse...

Concordo com Clarinha....Malucooo..rss, mais o meu maior e mais lindo: Maluco Beleza!

te amo
bons ventos