2.25.2010

O mar onde te encontrei



Cantando na beira da praia
Escrevendo poemas na areia
As ondas do mar batia na emoção
Meu pobre coração se pôs junto com o sol
Fazendo, correndo, amando
Juntando o azul do céu com verde dos teus olhos
E em você,
o mar onde te encontrei

Era lindo de se ver
Podia me aquecer
Queria incendiar

Lá eu pude ver
te reconhecer
Lá eu aprendi amar


[Adriano Veríssimo]

6 comentários:

Clara disse...

Nosssssssssssaaaaaaaaaaa

Aryane Collin disse...

Ai que lindo Dri, nosssssssaaaaaa (como diz a Clara) qt amor.....

Tudo ou nada ... disse...

Poesia é a minha alma ... e vc traduz bem isso
Abração

Geraldo Brito (Dado) disse...

Belos poemas.

Camila Figueiredo disse...

Primeira vez no blog e eu me apaixonei pelas palavras! Parabéns!

Marina LL disse...

estou só passeando por vários blogs, sem nem prestar muita atenção, mas este poema me encantou e verdade, é incrível.