1.20.2009

Candura


Passou o trem perto da igrejinha
Passou a senhora e a menininha
Andou longe o casal em sincronia
Encostou e feriu o acidente na rodovia

Molhou a chuva forte aquele menino orgulhoso
Corpo a corpo, na cabana, sussurro meloso
Concha, abraço, beijo no pescoço
E na cabeça o chapéu do outro

Passou o dia, passa lua
O grito mudo, a carne crua
Mergulhou fundo na lama suja
Cá dentro dói e a mão sua.

Jogou a sorte no lixo da rua
Pesou na balança da candura
Obedeceu o desejo, volúpia
Passou detalhes e o pedido de desculpas

Passou o boi e no chifre: um laço
Borrou e coloriu o rosto do palhaço
Na calçada a marca e os estilhaços
E na estrada longa marca d´outros passos

Melindrou, cutucou, sacudiu
A pedra atirada do menino, feriu
Esfumaçando a obra de arte que sumiu
Na semana anterior em que o sentimento faliu

Passou o passaro e a bandinha
O menino e a prainha
E a perola na ostra, era amor
que se tinha.

(Adriano Veríssimo)

7 comentários:

Clara disse...

Uau!

H. Henrique disse...

Q não era pouco... e nem se acabou...

Né?

Adriano Veríssimo disse...

Hugo...

...É, "talvez" seja...

rs

Erika disse...

Add o blog do Gi aí, mano.
Beijos Erikinha (eu que fiz ehehhe)

http://giancarlomastronardi.wordpress.com/

Cícero Nascimento disse...

Oi Lindo, antes de responder seu post no meu blog, quero te elogiar a foto maravilhosa que vc colocou no blos, mais lindo que isso só poderia ser vc mesmo. rsrs

Bem, em resposta a seu post, estou vivendo uma experiencia linda, cada dia me surpreendendo com a pratica atividade do que eu aprendi no decorrer dessa vida, com as pessoas que eu tanto me espelho, quero dizer que é verdade o que vc diz, e dizer que vc foi, é e sempre será um desses espelhos, sou muito feliz por ter vc por perto.

Aff Pronto! matei a saudade de escrever pra vc, lindo desejo que ai dentro de vc, o seu maior desejo venha a tona, a cair assim como caiu em cima de mim, singelo, ao som de uma musica dançante e leve como uma folha dada pela fada das árvores, rss, ponha em pratica o que vc me ensinou, assim eu sobrevivo, assim eu sou feliz, sendo eu mesmo, sem machucar ninguem, sendo um bem para os outros. se precisar to aqui viu. Te amo.

Kinha disse...

Ei, Adriano.O link pro site do Gi nao está entrando..vc digitou repetido o http..beijos master

Kinha disse...

Tenho um tbm....segue:
http://tanaruamanifesta.blogspot.com
bjuu