11.08.2006

Hoje!!!

O que eu posso falar do dia de hoje...
Hoje é um dia diferente, um dia que decido não ser o mesmo.
Entre nuvens escuras e o azul do céu, aparece o sol,
com vento sim, mas não geada.
Hoje queria ser qualquer ser humano,
menos o mesmo de sempre.
O mesmo que ri sem motivo
e chora ainda mais sem os devidos.
O mesmo que fala a verdade,
e que deseja a felicidade.
O mesmo que ama sem querer,
e sem querer chora e ri por amor.
Hoje é um dia em que nada permanece,
tudo se faz novo,
meu olhar se faz novo, de novo, outra vez.
o mesmo olhar que chora,
é o olhar que se fecha e
e indignação adormece.

2 comentários:

O Véio disse...

Viagens sempre podem ser emocionantes assim, né?
Mas, mesmo sem fim, as viagens tem lá suas paradas, seus descansos.
Dependendo da rota, há até encontros inesperadamente mágicos que nos obrigam a adiá-la por algum tempo.
Mas delas, nunca há volta!
Amém!

Adriano Veríssimo disse...

GOSTEEEEI....
Edinho posso postar esse texto no meu blog??
grande abraço!