2.11.2009

Munthel



Mil palavras, um gesto. Folhas na mesa e um cigarro aceso. Um filme pornô pra aliviar o desejo e o toque do celular barulhento, que toca e não atende. Vozes irritantes no ouvido. Inerte. Más notícias e a saudade do playmobil. Diante da situação, olho no olho, gemeu alto, esporrou e se limpou. Outro cigarro.
Deitado, de cueca. Pensou em tudo naquela hora, menos na pessoa que caminhava nua para o banheiro.

5 comentários:

Ale Danyluk disse...

Andei correndo por aí mas já estou aterrisando por aqui e olha que tenho que te colocar em dia...
Muito bom td aquilo que anda escrevendo.
Boa semana....ou o resto dela.
Bjo
Ale

Clara disse...

Sexo tbm é bom negócio...

Cícero Nascimento disse...

Ei obrigado pelo papo, pela presença pela marca no peito.

amo vc

marcela (arlequinal) p. disse...

§

Quando não há amor, nada melhor que um cigarro antes e outro depois... Talvez para emoldurar o vazio da cena.


§

Adriano Veríssimo disse...

Ale,
Obrigado minha Flor..
Volte sempre, adoro te ver por aqui!
Beijo enorme e ótima semana pra ti!

.......

Clarinha,
...bom é isso é ócio!
rs

.......

Ciço,
Nem tem do que agradecer...
sabes o qto te tenho no coração!
beijo
te amo

......

Mah,
Bingo!

...as vezes há amor, mas não o amor conjugado de várias formas e vivido assim (não sei se me entende)...
rs