4.08.2009

Novo Caminho...

São horas, inúmeras, vividas no mesmo lugar. Pronto. Está pronto. Preciso mudar. Pronto. Está pronto. Vou pra lá e deixo aqui minha infância, os riscos de giz de cera na parede, as corridas pelo corredor, a coleção de tatu-bola, os cachorros que tive, os churrascos aos fins de semana, o riso estonteante dela, as pisadas fortes no meu teto, o pedaço de folha pedido pelo pequeno num domingo de manhã e o rostinho que muda meu dia, todos os dias. Pronto. Estou pronto. As horas, inúmeras horas que me fizeram, que marcaram minha vida, minha infância, minha santidade. Aqueles dias de muito choro, choro das partidas, que doeram, e doem. Comemorações inúmeras, o canto que eu pintava minhas telas e os abraços e beijos dela, que mais amo nesse mundo. Grito por ela. Sempre gritei por ela, ela que me ensinou a não mexer em nada na casa dos outros. Ela que me ensinou a ser honesto, a qualquer custo. Ela que me fez ritualístico, em querer respeitar o que é lar e não apenas moradia. Ela que faz chá quando estou gripado. Ela que exige respeito, mas respeita o menino, seu filho menor.
Pronto. Estou pronto. Olhando para casa, respirando fundo, colocando o chapéu, pegando a mala e seguindo para o que a vida tem a me oferecer. Sozinho.

10 comentários:

Aryane Collin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aryane Collin disse...

Seu berço

Mãe... contrações , suor, dor, mêdo, parto. E depois do sufoco, o engasgo do choro, a alma está viva, pronta!!!
Mãe... Aquela que alimenta, agride, magoa, perdoa, acolhe, acalma. É aquela que tem cheiro de morango com champagne; Que escuta o choro, as lamúrias, os longos telefonemas noturnos...
O primeiro beijo
A primeira briga
O primeiro amor
O primeiro zero
A primeira viagem
O fim
A partida
Inimiga, amiga ou irmã? Ela é sua MÃE. O cabelo fino, como um fio de linha dourada solta na roupa. Os olhos grandes, cor de mel, que um dia acariciaram seu rosto a todo tempo - de longe, de perto, de lado, de frente e de costas; muda, falante, indagante?
Como é difícil descrever sair da casa da mãe: sua companheira, confidente eterna (Sim você quer que ele seja eterna).

Agora um sonho, uma decisão e a porta ficou distante... O carro resfulegante, e você em ponto de partida, um beijo, um abraço, um sussurrado“ eu te amo” e a casa foi se esvaindo na distância, assim como aquela figura que sorria acenando com as mãos... Mãe...
Cada passo depois dado era de adeus – adeus àquela mulher que se diluiu nos quilômetros e fez parte da lembrança; àquela dama que embalava o berço; descrevia cavalos mágicos, meninos com cabelos de fogo, fadas de jardim, anjos e demônios e que agora faz parte, de uma parte...
A cidade é grande agora, assim como aquele menino que cresceu e foi buscar sua liberdade..

Dri a Independência é como um parto, livre e dolorida,sua mãe, que cada dia se mostra mais presente diante da ausência, te preparou para tudo isso.
As tardes de febre com macas, termômetros, alucinações, cantigas e cheiro de manhã... Que saudade!!!

O sono já não é mais velado por seus olhos, assim como as decisões já não estão mais ao seu alcance. É a vida tomando conta do destino. É o tempo mostrando o seu poder - o poder do mundo, da perduração.


Às 18:00 horas do encontro depois do trabalho, tornaram-se meses e talvez anos aguardando uma visita, um abraço, um toque.


Os cabelos brancos cada vez mais freqüentes, as mãos amadurecidas pelo tempo se abrem, entregando de vez a chave do mundo a sueu menino homem, que se preparou tanto para essa “ liberdade”

Adriano Veríssimo disse...

Ary...

Uma lágrima de emoção, escorre do rosto do menino.

[um suspiro longo e profundo]

Obrigado pelas belas palavras e o entendimento exato do meu coração nesse momento.
Estou surpreso com tanta catarse.

Beijo grande minha Flor

LIRA DOS AUTOS disse...

Agora somos seu seguidor.

Um beijo querido!

Gabriela Magnani disse...

Eu lhe admiro muito!

Theo Valois disse...

muita luz nesta mudança!
que seja maravilhoso!

marcela (arlequinal) p. disse...

§

Festa na casa nova? rs

§

vah...em minhas transições disse...

que lindo te ver de novo...^^
perdão, já vão fazer 8 dias, ms a minha situação internética anda precária...
é bom sentir tua luz...vc faz bem...^^
te cuida
beijaaao
vah=)

Clara disse...

Força...e na hora da solidão me ligaaaaaaaaaaaa

Te amo

Adriano Veríssimo disse...

Lira...
tb te sigo!

.....

Gabriela,
Obrigado pela mensagem, sinto-me linsojeado pela admiração...mas não ligue, sou meio desvairado..rs

Beijo grande

= )

.....

Theo,
Obrigado querido pela torcida!
Saudade!
Beijo

.....

Mah,

Logo mais!
AGUARDE

Beijo

.......

Vah,

Fiquei mtooo feliz de lhe Vah, que bom q gostou...E obrigado pelas palavras, eh bom ouvir qdo sinceras são as palavras.

Beijo grande

= )

.....

Clara,
Sem duvida alguuuuuuuuuuma!

Beijo
te amo