5.14.2007

Wotan e Lorca...

Sábado assisti o espetáculo "Wotan" em cartaz no Sesc Consolação. Espetáculo maravilhoso, com base em Brecht, porém é de puro culto a Dionísio e facetas. E fora que os atores num controle de ansiedade invejável. No estilo Teatro Mudo, mas com muito peso e com uma Expressão Corporal impressionante.

Domingo fui assistir "Lorca - Aleluia erótica em 38 quadros e um assassinato" no TUSP. Puro êxtase. Gostoso de assistir, com muita poesia. E o legal do grupo foi trazer Lorca para os dias de hoje, não por completo, mas nas musicas, na dialética. Senti uma falta, da raiz Lorquiana, da raiz espanhola, que é terra, chão. Porém curti muito a linguagem que eles trabalharam. E fora que Lorca é de um encantamento sem dimensões.



Por este motivo, resolvi postar parte de um texto de Lorca.



" Se o um é a perfeita fusão de duas metades,

nós homens somos selvas de metades

em eterna busca da impossível união.

O amor é a ânsia constante de chegar ao um,

mas se existisse o um seria a negação do amor.

Morremos sós, como metades sós. "



( Federico Garcia Lorca )


Bjo grande

E tenham todos uma ótima semana!



Adriano Veríssimo

2 comentários:

O Véio disse...

Putz, que inveja!

To tão sem tempo de ir ao teatro...

Preciso virar a mesa.

O Véio disse...

Tem toda razão!

To loco pra assistir alguma coisa do SESC de novo.

Vou ver se cancelo algumas coisas pra assistir esse, pelo menos!

Abração.